Texto sagrado judaico

TANAK
Ketuvim - Rute 1,3-22

Elimelec, marido de Noemi, morreu. E ela ficou só com os dois filhos. Estes se casaram com moças moabitas; um se casou com Orfa e o outro com Rute. E aí ficaram por uns dez anos. Maalon e Quelion morreram. Noemi ficou sozinha, sem os dois filhos e sem o marido.

Noemi resolveu voltar dos Campos de Moab, junto com as duas noras, pois ficou sabendo que Javé tinha abençoado seu povo, dando-lhe pão. Ela com as noras saiu do lugar onde tinha morado e se pôs a caminho para voltar à terra de Judá. No caminho, Noemi perguntou às noras: "Por que vocês não voltam para a casa de sua mãe? Que Javé trate vocês com a mesma bondade que vocês tiveram com meus filhos e comigo. Javé faça cada uma de vocês encontrar marido e viver feliz". Noemi beijou as noras e elas começaram a chorar alto, dizendo: "De jeito nenhum! Nós vamos com você para o seu povo".

Noemi insistiu: "Voltem, minhas filhas. Por que vocês querem ir comigo? Vão ficar esperando que eu tenha mais filhos para se casar com eles? Voltem, minhas filhas, porque eu estou velha demais para me casar outra vez. Mesmo que eu tivesse esperança, me casasse esta noite, e tivesse filhos, será que vocês deixariam de casar, esperando os meninos crescer? Não, minhas filhas! Minha sorte é mais amarga que a sorte de vocês, porque a mão de Javé está contra mim".

Elas começaram de novo a chorar. Depois, Orfa se despediu da sogra e voltou para seu povo. Rute, porém, ficou com Noemi. Então Noemi lhe disse: "Veja: sua cunhada voltou para o seu povo e  seu deus. Volte você também com ela". Rute respondeu: "Não insista comigo. Não vou voltar, nem vou deixar você. Aonde você for, eu também irei. Onde você viver, eu também viverei. Seu povo será o meu povo, e seu Deus será o meu Deus. Onde você morrer, eu também morrerei e serei sepultada. Somente a morte nos poderá separar. Se eu fizer o contrário, que Javé me castigue". 

Noemi viu que Rute estava decidida a ir com ela, e não insistiu mais. Puseram-se a caminho e chegaram a Belém. Logo que entraram na cidade, todo mundo se alvoroçou, e as mulheres comentavam: "Não é a Noemi?" Mas Noemi corrigia: "Não me chamem de Noemi. Me chamem de Mara, porque o Todo-poderoso me encheu de amargura. Parti com as mãos cheias, e Javé me traz de volta de mãos vazias! Não me chamem de Noemi, porque Javé está contra mim e o Todo-poderoso me tornou infeliz".

Foi assim que Noemi voltou dos Campos de Moab, junto com sua nora Rute, a moabita. Chegaram a Belém quando estava começando a colheita da cevada.

Um comentário:

  1. muito bom bem detalhado, o melhor texto de todoa

    ResponderExcluir

COMENTE, DEIXANDO NOME E E.MAIL PARA CONTATO. OBRIGADO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...